Blog

19 de setembro

Há datas que são marcantes para cada um de nós, sejam datas comemorativas de aniversário, namoro, casamento, etc. A data de hoje, para o comum dos cidadãos é só mais um dia, mas para mim tem dupla importância, uma mais histórica e outra mais efémera.

Começo pela data mais histórica e que tem perdurado ao longo de séculos. Faz hoje 732 anos que o Rei D. Dinis concedeu o Foral a Vila de Rei, elevando esta vila a sede de concelho. Por isso, Muitos Parabéns à minha bela terra, Parabéns Vila de Rei!

Ao longo dos tempos, o território foi enfrentando vicissitudes várias, invasões francesas, construção da barragem de Castelo de Bode que subtraiu oito aldeias ao concelho, sem esquecer os incêndios florestais que assolou o nosso território em 1986, 2003 e 2017.

Além de todos estes problemas, Vila de Rei, sendo um concelho do interior do País, situado mesmo no coração de Portugal Continental, sofre, à semelhança de outros concelhos do interior, de um problema mais grave e que tem perdurado e continuará a perdurar no futuro, trata-se da desertificação do território.

Não irei escalpelizar este assunto, contudo é algo que deve estar em cima da mesa, deve ser uma preocupação diária não só de Vila de Rei, mas de todos os responsáveis políticos, principalmente dos responsáveis autárquicos.

E é neste ponto que o 19 de setembro se torna igualmente importante, pois começa hoje, oficialmente, a campanha para as eleições autárquicas de 1 de outubro. No tempo que falta até lá torna-se importante que cada um de nós olhe os programas e as propostas das diferentes equipas que se candidatam. Que se discutam essas mesmas ideias e propostas, que se melhorem essas mesmas ideias e propostas e que após a implementação, se faça uma avaliação constante dessas mesmas ideias e propostas de forma a melhorar ainda mais.

A responsabilidade do comum cidadão não é apenas de quatro em quatro anos ir votar. A responsabilidade do comum cidadão, que é um direito e um dever, passa pela avaliação constante da atividade dos eleitos políticos.

Pelo que acompanhei enquanto membro da JSD e pelo que tenho acompanhado atualmente, quer no meu concelho, quer nos restantes concelhos do distrito, tenho a certeza que o PSD tem as melhores equipas e os melhores programas para reafirmar a potencialidade da beira baixa. E isto muito se deve ao contributo dos jovens tanto independentes, como militantes da JSD, jovens que não desistem das nossas terras e das nossas gentes. Jovens que vêm o interior, não como uma fatalidade, mas como uma oportunidade.

Mas tudo isto não vale de nada se nós, cidadãos, não formos votar. Acima de tudo é importante ir exercer o direito cívico de votar, seja branco, nulo ou em algum partido. O 25 de abril não serviu apenas para nos dar um feriado, mas igualmente a liberdade de podermos ir manifestar a nossa opinião através do voto.

Para finalizar aproveito para realçar a publicidade institucional da Comissão Nacional de Eleições: Se queres um bom concelho, vota! Eu aproveito para dizer, se queres um bom concelho, vota PSD!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *