Blog

Ser Autarca

Ao longo dos mais de 40 anos, o poder local tem assumido um papel fulcral e estratégico no desenvolvimento do país. Num primeiro momento, as necessidades das populações prendiam-se com a inexistência de estruturas básicas, sendo este o principal foco de atuação dos autarcas de então. Esse planeamento foi essencial para que a realidade que hoje se apresenta, como por exemplo, a rede de saneamento e de água, a rede rodoviária, entre outras, tenha sido alcançada e tenha possibilitado a melhoria substancial das condições de vida dos cidadãos.

Nos dias de hoje, o modelo governativo apresenta outros desafios… em que os autarcas assumem um papel fundamental para serem geradores de riqueza e bem-estar para os cidadãos. No interior do nosso país, este desafio torna-se ainda mais pertinente pelo facto do autarca ter que encontrar soluções inovadoras, com uma visão superior à dos concelhos do litoral, de forma a atrair pessoas e investimentos e potenciar o desenvolvimento da sua região.

Ser autarca é muito mais que investir em obra pública! Esta foi essencial e de extrema importância, mas nos dias de hoje a governação local é muito mais abrangente. As competências que, ao longo dos sucessivos governos da república, têm sido delegadas nas autarquias, como as áreas da Educação, Social, Desporto e Cultura, pressupõe uma atuação refletida e estratégica. Este novo modelo governativo requer a capacidade de programação e planeamento, em que o conhecimento das necessidades da população são o ponto basilar de toda e qualquer atuação.

A capacitação conduzir-nos-à à evolução! E é esta evolução, assente num trabalho árduo e em constante mutação, que nos permite crescer e desenvolver de forma a alcançar e, se possível, superar os objetivos a que nos propomos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *