Blog

Turismo Rural: Será a solução?

Turismo rural é uma modalidade do turismo que tem por objetivo permitir a todos um contato mais direto e genuíno com a natureza, a agricultura e as tradições locais, através da hospedagem domiciliar em ambiente rural e familiar. Esta actividade começou a tornar-se popular na década de 70 e desde então a sua prática tem vindo a aumentar.

As zonas do interior procuram desenvolver esta atividade com o objectivo de atrair mais turistas, melhorando assim a economia local e consequentemente a qualidade de vida da população. É um facto que, são poucas as localidades em Portugal que se conseguem distinguir pelo Turismo Rural devido à forte competitividade com o Turismo Balnear praticado no litoral.

Estudos publicados recentemente dizem que 70% do Turismo praticado em Portugal corresponde a Turismo situado no Litoral. Estas estatísticas conseguem mostrar bem que hoje em dia é muito difícil atrair turistas para a zona do interior.

Eu acredito seriamente que o combate para a desertificação populacional do interior pode ser combatida com o Turismo Rural. É necessário criar novas atrações turísticas, promover o interior, ou seja, devemos retirar um pouco os olhos do litoral e focar os olhos no interior. Ao fim ao cabo, combater mais uma assimetria.

Aumentando o turismo no interior, criam-se postos de trabalho, o que ajuda a fixar muitos jovens que nasceram neste local e ainda atrair novas pessoas. Iria resultar num aumento de população. Mas o aumento populacional não é tudo. Com o turismo rural podemos beneficiar o comércio local e consequentemente a economia local.

Falando mais especificamente no distrito de Castelo Branco devemos reforçar os atrações turísticas. Temos de deixar de praticar um turismo sazonal que envolve apenas a Serra da Estrela. É necessários explorarmos novos horizontes com aberturas de campos de Golf, exploração de todas as serras que estão situadas no distrito pois é lá que podemos observar a Natureza. Falta Markting para divulgar a região em geral, falta um pouco de empenho, falta um pouco de trabalho, mas sobretudo faltam incentivos financeiros do estado Português. Temos tanto espaço coberto de uma Natureza e paisagem bela que, se for bem divulgado e acima de tudo, aproveitado, conseguimos tornar o Distrito de Castelo Branco uma paragem obrigatória aos turistas estrangeiros e até mesmo aos turistas que residem em Portugal.

Deixemo-nos de preocupar apenas com o Litoral, porque o interior também existe, também lá vivem pessoas, ainda que sejam poucas, elas estão cá e merecem ser respeitadas. Num falar geral, é necessário abolir assimetrias para aproximar o país e torna-lo numa forte potencia económica. Todos juntos, como os nossos antepassados fizeram, podemos conseguir reerguer Portugal e coloca-lo novamente nas bocas do Mundo.

*Este artigo apenas vincula a opinião do seu autor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *