Notícias

Conselho Distrital da JSD aprova requerimento sobre portagens

O Centro Cultural Raiano de Idanha-a-Nova acolheu, dia 6 de dezembro de 2015, o II Conselho Distrital Ordinário da JSD de Castelo Branco. A reunião deste órgão máximo entre congressos começou com a apresentação da Banda Filarmónica Idanhanense – os seus anseios, objetivos e desafios – e à qual se seguiu uma formação sobre design informático e gestão de redes sociais, dirigida às concelhias da JSD e ministrada pelo Coordenador Nacional de Informação e Comunicação da JSD, Pedro Brilhante. Desde um simples cartaz, a um comunicado e à mensagem social que se pretende transmitir, a JSD considera que esta “é uma matéria de relevância, numa era onde se torna fulcral saber comunicar e explicar o porquê das opções tomadas no âmbito de cada mandato”.

Não perdendo tempo, nem durante o almoço, os dirigentes juvenis almoçaram com a Comissão Política de Secção do PSD de Idanha-a-Nova, por forma a “estabelecer uma estreita articulação política e planear a reativação da JSD neste concelho”.

De regresso ao plenário, foi feito um balanço do primeiro quarto mandato dos órgãos distritais, onde ficou patente o consenso sobre o facto de “a JSD nunca ter estado tão ativa no distrito como agora”. Foram também expostas as intenções de intervenção e ação regional para o próximo ano – de onde consta a luta por uma “Universidade de Inverno”, um “Encontro Associativo” e uma “Visita ao Parlamento Europeu” – bem como o Plano de Comunicação e Imagem da Comissão Política Distrital.

Posteriormente, e preparando o futuro, Pedro Marques, jovem sertaginense de 25 anos, foi nomeado Coordenador do Gabinete Autárquico da JSD Distrital, por unanimidade, cabendo-lhe “coordenar a ação dos autarcas eleitos por indicação desta estrutura e reunir com as secções do PSD e da JSD, por forma a preparar a intervenção juvenil nas próximas eleições municipais, bem como o processo de seleção de candidatos”.

Por fim, foi aprovado um requerimento a ser apresentado no próximo Conselho Nacional da JSD, que solicita aos Deputados eleitos pela JSD que “cumpram o Programa para a Juventude com que se apresentaram a eleições e de onde constam mais de uma dezena de medidas propostas pela Distrital de Castelo Branco”. Entre estas, encontra-se a revisão das taxas cobradas nas ex-scut, pelo que o Conselho Distrital da JSD irá solicitar aos deputados da sua estrutura que “apresentem, em reunião plenária da Assembleia da República, um Projeto de Lei que vise a redução do alto valor taxado na A23 – Autoestrada da Beira Interior”, promovendo “a coesão territorial e salvaguardando o princípio da discriminação positiva”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *